Melhor lugar para ver leões-marinhos em San Diego

Sejam bem vindos ao segundo dia da nossa aventura em San Diego! Hoje vamos falar sobre o melhor lugar para ver as criaturinhas mais fofas do mar sem precisar ir ao zoológico de San Diego e gastar $50 (muito dinheiro). Se vc quer mesmo ver outros animais vá ao zoológico, pague e seja feliz. No meu caso eu só tinha interesse em um animal, o bendito do leão-marinho, e ver o bichinho na natureza iria me fazer mais feliz. Uns amigos locais (faça suas pesquisas online mas tire as dúvidas com os locais) nos recomendaram ir à praia de La Jolla e procurar os leões-marinhos por lá. Pegamos um Uber Pool e lá fomos nós rumo ao nosso segundo dia em San Diego! Essa praia, vou te contar…. não desapontou.

A praia tem uma orla bem longa que você pode explorar com vistas de tirar o fôlego. Tire bastante tempo para caminhar e admirar os bichinhos que são facilmente encontrados tomando banho de sol nas rochas bem na beira da praia. O acesso até eles é fácil e vc tem a oportunidade de chegar bem pertinho dos animais. Sempre vai ter um grupo de pessoas em volta mas no nosso caso esse grupo passou longe de ser uma multidão e todo mundo mostrou muito respeito aos animais, ninguém tentou tocar, jogar comida ou chegar muito perto (muito importante não interferir na vida deles!).  O leões-marinhos são mais ativos, fazem barulho, brigam entre si, já as lontras (ou seriam focas? não sei) só dormem não querem outra coisa na vida (é o animal que aparece deitado dormindo na foto em destaque desse post-). 

 Vou vencer na vida quando conseguir ser zen desse jeito
são lindos
Para mim eles foram a atração principal do meu dia!
coisa fofinha

 E o passeio prossegue… e é claro que com um mar azul desse não era só os animais que pediam para ser fotografados (hahhaha)


Não contem para ninguém mas menina de rio tem medo de mar

Depois de sair de um frio de West Virginia a Dali disse que tudo que queria na vida era ser um leão-marinho na Califórnia e ficar jogada nas rochas pegando sol o dia inteiro.

Terminamos nosso passeio numa parte da praia chamada Children’s Pool (Piscina das crianças). O fato curioso sobre esse lugar é que essa área (fotos abaixo) foi designada como área de banho para crianças em 1932 e um paredão de concreto foi construído como proteção para que as crianças pudessem nadar em segurança livres das ondas fortes do mar.  E o que aconteceu? A construção desse paredão favoreceu além das crianças a vida silvestre. Os leões-marinhos e as focas amaram esse lugar e começaram a aparecer em bandos para tomar banho, se aquecer e dar luz aos filhotinhos.  A questão agora é:  A praia deve ser destinada a preservação dos animais marítimos ou uso pelas crianças? O tempo que passei lá não vi criança e nem adulto usando essa parte da praia. Os visitantes são encorajados a não nadar na área e manter distância dos animais porque apesar de acostumados à presença humana são imprevisíveis e podem ser agressivos. Também existem preocupações em relação a qualidade da água nessa parte da praia. Então a palavra final é: caminhe pelo paredão, aprecie a vista de 360 graus do oceano pacífico, curta os animais e a praia de longe. Foi isso que fizemos 🙂

Children’s Pool
Vista panorâmica de dentro da Children’s Pool

Esse dia para a gente foi bem tranquilo e relaxado, andamos bastante, achamos um lugar para comer e voltamos mais cedo para o hotel do que no dia anterior (vejam o post sobre nosso primeiro dia) já que no dia seguinte a aventura seria em Los Angeles. Ainda essa semana sai post sobre Hollywood, aguardem!